O Propósito do Poder do Pentecostes

O Propósito do Poder do Pentecostes

agosto 9, 2017 Gil Morais 1

O Propósito do Poder do Pentecostes

Por Gil Morais

 

ATOS; 1: 1-5 / ATOS; 2: 1-18

Comemoramos recentemente o dia do pentecostes.

Pentecostes tem a ver com o número 5 (penta), 50 dias após a páscoa (festa das semanas, ou festa da colheita). Nesse dia o Espírito de Deus desceu a aproximadamente cento e vinte irmãos que estavam reunidos no cenáculo. Foi assim que a Igreja nasceu, debaixo de um mover poderoso da glória de Deus.

Em Belém no acontecimento do nascimento de Jesus Deus demonstra estar conosco, no Calvário a entrega de Jesus demonstra Deus por nós, no Pentecostes percebemos Deus em nós!

Há três pontos sobre pentecostes que precisamos entender. O primeiro é sobre a promessa de que isso aconteceria.

A promessa do pentecostes não é para um dia especial, um evento especial e para pessoas especiais, não foi apenas para o início da Igreja, não necessita de um ritual. A promessa do Espírito Santo é para todos que querem ir além no arrependimento e na fé, é para todos os cristãos (LUCAS; 24: 49).

Todas as pessoas salvas tem o Espírito Santo, mas, além disso, devem ser cheias dEle.

O segundo ponto é sobre o propósito do pentecostes. Deus sempre faz o que é necessário, Ele não faz nada sem objetivo. A festa do pentecostes foi dada aos judeus para ser uma festa de colheita, portanto, ser uma Igreja pentecostal, ou um crente pentecostal é muito mais do que aprendemos nos dias de hoje, é entender o propósito do Espírito Santo na nossa vida e esse propósito está ligado à colheita, à colheita de vidas.

Vemos o derramamento do Espírito no contexto da colheita em JOEL; 2: 23-25, em que Deus está mandando a chuva temporã que preparava o solo para o plantio e a chuva serôdia que preparava o fruto para a colheita.

É hora de colher, é tempo de trabalharmos na seara do Senhor. Os corações estão preparados, Ele não nos deu o Espírito Santo para estarmos paralisados, sentados, enquanto pessoas estão perdidas fora da sua presença.

Precisamos entender também o poder do pentecostes. Fomos chamados para sermos testemunhas e precisamos ter cuidado para que o Espírito não se afaste de nós. Oh quanta tristeza para um homem quando isso acontece, a prova está em JUÍZES; 16: 20-21, quando Sansão, ao acordar, ainda não sabia que o Espírito Santo tinha se retirado dele. Ele ficou cego, foi acorrentado e humilhado, foi levado para trabalhar como escravo. Essas são as características de um homem que se afasta o Espírito de Deus.

Quando Deus quis presentear o mundo Ele deu o seu Filho. Quando Deus quis presentear a Igreja Ele deu o seu Espírito Santo.

Podemos então chegar à conclusão que receber Jesus nos dá o poder para nos tornar filhos e receber o Espírito Santo nos dá o poder para testemunhar acerca do Filho.

Um comentário

  1. Luís Fernando de Oliveira disse:

    Ótimo texto! Abriu mais a mente sobre o poder o Espírito Santo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *